Vai realizar o sonho de abrir uma empresa?
Conheça a história de quem conseguiu virar dono do próprio
negócio e superar os desafios

Sabe aquele velho sonho de ser dono da própria empresa? Já é realidade na vida de muitos brasileiros! Na verdade, somos o terceiro país com o maior número de trabalhadores autônomos. É o que diz a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico. E podemos subir ainda mais nessa lista, já que tem muita gente que pensa em abrir um negócio para ter mais liberdade. Uma pesquisa da MindMiners apontou que esse é o desejo de 66% dos brasileiros. Se você faz parte desse grupo, saiba que é importante estar preparado.

Segundo o Sebrae, 24% das empresas acaba fechando as portas antes dos dois primeiros anos e o número sobe para 50% se dobrarmos o tempo para quatro anos. O motivo? Falta de planejamento. Além de levantar informações sobre o mercado, possíveis clientes, concorrentes e fornecedores, também é preciso estar preparado para quaisquer imprevistos que possam surgir pelo caminho.

Foi esse o plano traçado por Marcelo Omena, quando há oito anos resolveu largar o mercado coorporativo e se dedicar a sua grande paixão, a fotografia.

“Eu não era feliz trabalhando em um escritório. Sentia que seria sempre um funcionário mediano por não gostar daquela rotina. Resolvi apostar no meu sonho e no que gosto para ter um trabalho mais consistente e produtivo. Ter minha própria empresa e vê-la crescer”, contou.

Tudo caminhava conforme planejado quando Marcelo foi atropelado por um motorista alcoolizado enquanto voltava de uma lanchonete para sua casa, em Niterói, no Rio de Janeiro. Após o grave acidente, ele precisou ficar internado por 10 dias para realizar uma cirurgia na perna e mais quatro meses totalmente fora do mercado.

“Depois desse período inicial de recuperação, voltei a trabalhar gradualmente. Ainda precisei recusar muitas coberturas fotográficas, pois não me sentia confortável para abaixar e levantar, subir escadas e fazer todo o esforço físico exigido”, lembra ele, que demorou ao todo oito meses para ter alta médica. Ao longo do período, o profissional não recebeu nenhuma ajuda financeira do motorista e ficou totalmente sem renda. “Quando você é autônomo, é importante saber que momentos de dificuldade podem acontecer e é preciso estar preparado”, aconselha. Quatro anos após o acidente, a Omena Foto continua crescendo e Marcelo ainda pode viver do seu sonho, mas poderia ter sido o fim da empresa se ele não tivesse uma reserva financeira.

Está pensando abrir uma empresa?
Para quem tem o desejo de ter mais autonomia e ser dono do próprio negócio, o Sebrae oferece diversas ferramentas que podem te ajudar a montar um plano de negócio. Essa é uma boa forma de começar, né? Só não vai esquecer de fazer sua reserva de emergência. “Toda receita que você tiver em um período de dificuldade, traz mais calma para você se recuperar com tranquilidade e sem a cobrança de precisar voltar a ganhar dinheiro mais rápido”, conclui Marcelo Omena.

Se você tiver dificuldade para isso, alguns produtos financeiros podem te ajudar. Sabia que existe Seguro de Vida para profissional liberal? Com essa cobertura, você pode receber entre R$ 1 mil e R$ 20 mil, por até um ano, para se recuperar de acidentes ou doenças que necessitem de repouso. Assim você tem a segurança necessária para se dedicar ao que realmente importa: o seu trabalho!

Simuladores

Encontre o produto ideal para você